Pub


Por Agência Lusa
publicado em 5 Jun 2013 - 19:07
// 

PSP participa ao tribunal alegada violação de aluna de 12 anos por colegas em Odivelas
A vítima da alegada violação - que terá ocorrido a 30 de maio numa casa de banho pública próxima do estabelecimento de ensino -, contou que foi violada pelos colegas a uma professora e a uma psicóloga da escola

A PSP vai participar ao Tribunal de Família e Menores de Loures a alegada violação de uma aluna de 12 anos cometida por três colegas da escola, em Odivelas, disse hoje fonte policial à agência Lusa.

A mesma fonte acrescentou que os três menores, de 11 e 12 anos, foram identificados pelas autoridades e frequentam a Escola Básica Carlos Paredes, na freguesia da Póvoa de Santo Adrião, no concelho de Odivelas.

A vítima da alegada violação - que terá ocorrido a 30 de maio numa casa de banho pública próxima do estabelecimento de ensino -, contou que foi violada pelos colegas a uma professora e a uma psicóloga da escola, adiantou ainda a mesma fonte.

A Lusa tentou contactar a direção do Agrupamento de Escolas de Santo Adrião, mas os responsáveis "estão em reunião", segundo fonte do estabelecimento.

Em declarações ao jornal Expresso - publicadas hoje na edição ‘online’ do semanário -, a presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento escolar, Rosário Ferreira, afirmou que os três suspeitos foram suspensos até ao final do ano, apesar de estar a decorrer o processo disciplinar.

Além disso, decorre ainda um processo de averiguações por haver suspeitas da participação dos mesmos alunos na tentativa de violação de um rapaz, desta vez no interior do estabelecimento escolar.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico




Pub


 

Pub

Pub

Pub

Pub

Pub













X
Introduza o seu endereço de e-mail.
Introduza a senha associada ao seu endereço de e-mail.
  • Sign in with Twitter
A carregar