Pub


Por Jornal i
publicado em 10 Mar 2012 - 03:00
// 

João Maia Abreu. “As pessoas são outras, mudam com o tempo, e a TVI muda com elas”
Depois de uma ausência de nove anos, o pivot e antigo director de Informação do canal regressou aos ecrãs com o 25.ªHora, estreado há dois meses

Ri-se com facilidade e mantém sempre a boa disposição, mas quando a pergunta pode arrastá-lo para terrenos movediços, João Maia Abreu retrai-se e opta quase sempre pela resposta mais polida e vazia. Foi o caso de quando se falou de Sócrates e as alegadas pressões sobre a TVI, uma época marcada pela demissão de Maia Abreu do cargo de director de Informação, após a administração do canal ter suspendido o “Jornal de Sexta”, de Manuel Moura Guedes: “As alegadas pressões de Sócrates tinham fundamento, ponto final”. Mas se o assunto for o 25.ª Hora, que marca o seu regresso à antena da TVI depois de nove anos de ausência, o entusiasmo regressa ao seu discurso.

Como está a correr o 25ª Hora?

Está a correr muito bem, devo dizer, é um jornal completamente diferente do que se fazia anteriormente. É cheio de dinâmica e tem sido um despertar para algumas pessoas naquele horário importante para a estação.

Quais as principais diferenças?

É um jornal que tenta ser o mais novo possível. Tentamos que o tratamento das peças seja o mais diferente possível do que foi dado ao longo do dia e mesmo do princípio da noite do TVI24.

Isso exige a reedição das peças que foram sendo exibidas ao longo do dia?

Não de todas, obviamente. Mas na maior parte das peças e nos grandes temas da noite, exige alguma reedição, por vezes completamente do zero, e até com novo material e muito também com a contribuição dos nossos comentadores da noite. E por incrível que possa parecer, há muita coisa a acontecer à noite.

Têm margem de manobra para puxar pelo feed noticioso do dia e também antecipar os temas do dia seguinte?

É essa a ideia. Todos dias fazemos pelo menos duas antecipações de assuntos que sabemos que serão notícia no dia seguinte, seja política, economia, desporto ou sociedade. As nossas peças, além de fazerem o retrato do que aconteceu, tentam já antecipar o que vai ser o seu ‘follow-up’. Estando previsto o seu desenvolvimento no dia seguinte, ele já está incluído nas nossas peças, dentro da medida do possível.




Pub


 

Pub

Pub

Pub

Pub

Pub













X
Introduza o seu endereço de e-mail.
Introduza a senha associada ao seu endereço de e-mail.
  • Sign in with Twitter
A carregar