Pub


Por Sónia Peres Pinto
publicado em 17 Out 2013 - 20:55
// 

Maria Luís. "Tenho neste momento pouca margem para poupar"
Ministra das Finanças diz ainda que "temos uma restrição financeira que ainda é muito severa"

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, garante que "neste momento, tal como os portugueses, tem pouca margem para poupar. Esta é a resposta da governante em entrevista à "SIC" quando foi questionado se tinha um Plano Poupança Reforma (PPR). "Tenho três filhos pequenos, as despesas são maiores e as receitas mais pequenas", explica.

Em relação às propostas do Orçamento do Estado para 2014, Maria Luís Albuquerque volta a garantir que "a restrição financeira ainda é muito severa" e que não há "plano B" caso o Tribunal Constitucional chumbe as medidas apresentadas. "Não é útil fazer cenários sem saber o que vai acontecer", mas considera que as medidas apresentadas "são constitucionais".  

No entanto, admite que "o caminho a seguir é muito duro para os cidadãos", mas é o necessário para Portugal conseguir cumprir com sucesso o programa de ajuda financeira. "Este conjunto de medidas vai-nos permitir alcançar a meta", acrescentando ainda que "não é intenção do governo torturar os portugueses".

Maria Luís Albuquerque afasta ainda a acusação do governo em implementar um novo pacote de austeridade em 2014, lembrando que "as medidas agora propostas já tinham sido anunciadas na conclusão da sétima avaliação" da troika. "Iremos repor os salários tão cedo quanto possível, não é um corte permanente", diz.

A ministra das finanças acredita que é possível cumprir a meta do défice de 2,5% em 2015 e dá como exemplo de sucesso o crescimento económico que se tem verificado. "O nosso objectivo é alcançar a consolidação orçamental, mas para isso temos de ter umas finanças públicas sustentáveis". Nessa matéria, a governante admite que ainda há um trabalho importante a fazer na racionalização da administração pública. "Não temos possibilidade de reduzir recursos no Estado como no privado, naturalmente há muita coisa a fazer, mas muita coisa já foi feita", conclui.

 

 

 

 




Pub


 

Pub

Pub

Pub

Pub

Pub













X
Introduza o seu endereço de e-mail.
Introduza a senha associada ao seu endereço de e-mail.
  • Sign in with Twitter
A carregar