Pub


Por Jornal i
publicado em 11 Nov 2009 - 16:46

Face Oculta: BE quer ouvir ministro da Economia no Parlamento

O Bloco de Esquerda anunciou hoje que quer ouvir no Parlamento o ministro da Economia, Vieira da Silva, para explicar “como é que o governo actua” perante o envolvimento de empresas no processo Face Oculta.“Confrontado com o silêncio da REN e com o adiamento da sua reunião do conselho de administração que hoje devia ter esclarecido a sua posição, [o BE] solicitará a vinda do ministro da Economia para explicar como é que o Governo actua perante a vulnerabilidade ou risco de envolvimento de empresas sob sua tutela neste processo”, anunciou o deputado Fernando Rosas. Numa declaração política no Parlamento em que anunciou iniciativas políticas para “combater a besta da corrupção”, Fernando Rosas referiu-se directamente ao processo de investigação designado “Face Oculta” para “transmitir um sentimento generalizado na opinião pública”.“Corre no país uma onda de indignação contra a multiplicação de escândalos de corrupção, envolvendo alegadamente empresários, altos quadros da banca e de empresas públicas e ex-governantes. O caso Face Oculta, depois dos escândalos do BCP, BPP e BPN, revela esse clima de podridão, afirmou. De acordo com fonte oficial da REN, a reunião de hoje da administração para analisar o relatório da auditoria externa da Deloitte no âmbito do processo “Face Oculta” foi desconvocada porque a empresa ainda não recebeu o documento”.A Polícia Judiciária (PJ) desencadeou no dia 28 de Outubro a operação "Face Oculta" em vários pontos do país, no âmbito de uma investigação relacionada com alegados crimes económicos de um grupo empresarial de Ovar que integra a O2-Tratamento e Limpezas Ambientais, a que está ligado o empresário Manuel José Godinho, em prisão preventiva no quadro deste processo.No decurso da operação foram efectuadas cerca de 30 buscas, domiciliárias e a postos de trabalho, e 15 pessoas foram constituídas arguidas, incluindo Armando Vara, vice-presidente do Millennium BCP, José Penedos, presidente da Rede Eléctrica Nacional (REN), e o seu filho Paulo Penedos, advogado da empresa SCI-Sociedade Comercial e Industrial de Metalomecânica SA, de Manuel José Godinho.




Pub


 

Pub

Pub

Pub

Pub













X
Introduza o seu endereço de e-mail.
Introduza a senha associada ao seu endereço de e-mail.
  • Sign in with Twitter
A carregar