Pub


Por Jornal i
publicado em 2 Maio 2011 - 06:54

Venda de 'tablets' deverá crescer mais de 800% em Portugal

Depois da corrida ao iPad, o mais famoso dos 'tablets', que chegou a Portugal em novembro, este mercado vai acelerar ao longo de 2011 com um crescimento das vendas superior a 800 por cento.

 Segundo as estimativas da IDC, empresa líder em serviços de consultoria para os mercados das tecnologias de informação e eletrónica de consumo, foram vendidos 35 mil 'tablets' em Portugal em 2010, um número que deverá crescer 813 por cento para as 322 mil unidades até ao final do ano.

"Portugal terá um crescimento superior ao esperado para o mercado mundial [de 300 por cento], porque o iPad, que representou mais de 85 por cento deste mercado, só chegou ao mercado nacional no final de 2010", explicou à Lusa Gabriel Coimbra, Research & Consulting Director da IDC em Portugal.

Segundo Gabriel Coimbra, "na Europa e em Portugal a taxa de crescimento prevista para 2011 é maior do que em países como os EUA, onde os 'tablets' estão disponíveis há mais tempo". O iPad, o 'gadget' da Apple, por exemplo, foi lançado nos EUA em abril do ano passado.

A IDC prevê que o mercado mundial cresça mais de 300 por cento em 2011 e atinja cerca de 45 milhões de unidades, das quais 22 milhões serão vendidas na Europa, Médio Oriente e África (EMEA). Em 2010, acrescenta, foram vendidos 17 milhões de 'media tablets' em todo o mundo, dos quais seis milhões na região EMEA.

Segundo o consultor, "os 'media tablets' deverão representar dez por cento das vendas de portáteis em Portugal", admitindo que os novos dispositivos, semelhantes a um pequeno computador de ecrã tátil, afetam a venda de portáteis, mas de forma pouco significativa.

"Têm vindo a afetar a venda de portáteis, mas esse feito não é significativo, porque os 'media tablet' são um complemento e não uma substituição. Não os vemos como um substituto dos portáteis", declarou, considerando que "a quebra das vendas de portáteis resulta da conjuntura económica".

O mercado dos 'tablets', de que o iPad é líder, tem vindo a crescer: Samsung, Motorola, Blackberry, LG e HTC são algumas das marcas que também estão a apostar nos dispositivos que permitem ter uma experiência de leitura de jornais, revistas ou livros próxima da leitura em papel, com a vantagem de se poder aceder a conteúdos multimédia.




Pub


 

Pub

Pub

Pub

Pub













X
Introduza o seu endereço de e-mail.
Introduza a senha associada ao seu endereço de e-mail.
  • Sign in with Twitter
A carregar